Scott-Clements-e1486206808659-150x150A tecnologia RASP (Runtime Application Self-Protection) como uma das mais fortes tendências para a segurança em TI. “Penso que ela representa o futuro”, afirma Scott Clements, novo presidente e Chief Operating Officer (COO) da Vasco Data Security.

 

Ao analisar as vantagens da RASP, ele explica a tecnologia leva a segurança ao centro das aplicações móveis, sendo capaz de detectar e prevenir ataques em tempo real ao contrário das alternativas tradicionais. As soluções antigas entendem que o aplicativo ou a aplicação são protegidos por uma camada ou módulo independente. O código da aplicação em si é totalmente focado em funcionalidade e a segurança então é acrescentada a isso, mas não integrada.

 

“Este é um dos motivos pelos quais presenciamos tantos incidentes envolvendo segurança. Se um criminoso cibernético consegue atingir a camada de segurança, então ele está livre para acessar o código que se encontra desprotegido. Um aplicativo empregando a tecnologia RASP pode ser usado em qualquer ambiente, mesmo em um inseguro, como uma rede pública de Wi-Fi em um aeroporto, pois o código da aplicação se encontra protegido. Mesmo quem consegue acesso ao aplicativo não consegue utilizar a funcionalidade”, conclui Clements.

 

Fonte: TI Inside