Varejistas diversificam forma de pagamento para lucrar com biometria

Finalizar a compra é uma ação cada vez mais digital. O consumidor brasileiro está mudando o seu comportamento e se inclina a cada dia às novidades, munindo-se de tecnologia na tentativa de se ver livre de empasses burocráticos para tornar a vida mais fácil.

O segmento do varejo tem se adequado ao novo perfil de compradores com o objetivo de não perder nenhuma oportunidade de venda. Os empresários começam a investir em meios de pagamento mais rápidos, como a leitura de dados biométricos – da face ou mão – e a eliminação do uso de senhas com a aproximação dos cartões.

A novidade mais recente veio do gigante Itaú Unibanco, maior banco privado do país, que anunciou o lançamento do “iti”, serviço de pagamento digital que será disponibilizado até mesmo para aqueles que não são clientes. Isento de tarifas até o final de 2019, a plataforma funciona para pessoas físicas realizarem transferências entre si e efetuar pagamentos no varejo. As transações são efetivadas por QR-Code e tem o limite diário de R$ 1.000.

O novo serviço demonstra que os bancos e empresas concessoras de crédito estão de olho na direção que os clientes têm seguido.

Segundo uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP), o Brasil concentra 230 milhões de smartphones ativos. Até o final do ano, a quantidade será quase duas vezes maior, alcançando 420 milhões de aparelhos digitais. A popularização dos celulares e o desenvolvimento de aplicativos seguros que facilitam as operações bancárias tem gerado um fluxo financeiro virtual significativo.

De olho na tendência, o Banco Pan começou a validar a assinatura de contrato por biometria facial. A aceitação do recurso é pioneira quanto a liberação de crédito. Após solicitar o empréstimo e ter o perfil avaliado, o consumidor faz uma selfie para que o processo seja concluído. A ação é parte das estratégias assumidas pelo Banco que busca ser 100% digital, aprimorando o atendimento e diminuindo gastos por descartar uso de impressão e digitalização de papel, por exemplo.

Equipamentos de qualidade

Não adianta simplesmente conhecer os recursos tecnológicos disponíveis, é preciso usar equipamentos que assegurem proteção aos seus dados. A TechMag é especializada em soluções para segurança (http://techmag.com.br/produtos-e-solucoes-techmag/). Leitores e módulos biométricos, software de biometria digital e facial estão entre os produtos oferecidos para otimizar os serviços da sua empresa.

Entre em contato pelo “Fale Conosco” (http://techmag.com.br/fale-conosco/) e converse com um consultor.

Sobre a TechMag A TechMag (http://techmag.com.br/) é uma empresa de capital nacional, líder no mercado de equipamentos para identificação. Seu know-how apresenta mais de 20 anos de atuação no mercado. A fabricação dos produtos é local e o seu diferencial está no fato de agregar produto e aplicativo na solução proposta.

2000+ people have put their trust in CCTV, How about you?