Biometria na área da saúde: uso e particularidades

A biometria na área da saúde já é uma realidade que gera dezenas de benefícios para os seus usuários, e tende a gerar cada vez mais: com base em um estudo realizado pela consultoria Tractica, dos Estados Unidos, espera-se que em 2024 a receita gerada com esse mercado seja de nada menos que 3,5 bilhões de dólares. Animador, não é mesmo?

Mas, muito além de números, a biometria na área da saúde também representa um avanço imensurável para a segurança, suprindo necessidades apresentadas por clínicas e hospitais que outras ferramentas não seriam capazes de suprir.

O uso da biometria na área da saúde

O uso da biometria na área da saúde eleva a segurança em outros níveis, uma vez que se trata de proteger não apenas dados e informações, mas literalmente a saúde dos envolvidos.

Imagine, por exemplo, se medicamentos de uso restrito forem acessados e utilizados por qualquer pessoa, o dano que poderia causar… Imaginou? Pois é exatamente esse tipo de cenário que se pretende evitar, entre outros.

Esse uso, por sinal, possui 4 objetivos principais:

CONTROLAR O ACESSO AOS MEDICAMENTOS

Todos os medicamentos, e não apenas os de uso restrito mencionados acima, devem ser manipulados somente por pessoas com permissão para isso.

IDENTIFICAR E LIBERAR O ACESSO DOS COLABORADORES

O que inclui literalmente todos que trabalham no local, inclusive os médicos.

IDENTIFICAR OS PACIENTES

Ajudando a tornar o atendimento muito mais ágil.

AJUDAR A CONTROLAR O HISTÓRICO DE SAÚDE DE CADA PACIENTE

Histórico pelo qual é possível identificar as consultas realizadas, situação das vacinas, exames e qualquer outra informação que permita ao médico conhecer melhor a saúde do paciente.

As particularidades do uso dessa ferramenta na saúde

Num primeiro momento pode parecer que não há nada de espetacular no uso da biometria na área da saúde, mas há sim, e muito.

Por exemplo: eu um futuro não muito distante todos os hospitais e clínicas poderão integrar tecnologias (sendo a biometria uma delas), a fim de monitorar literalmente todo o processo de cada paciente por meio de pulseiras que permitem saber quanto tempo o mesmo permaneceu no local e por qual triagem passou, tudo de forma muito rápida e registrada instantaneamente em seu histórico.

As fraudes nesse setor chegam praticamente a zero justamente por conta do uso da biometria, não sendo à toa que, por meio do Ministério da Saúde, estabelecimentos também do setor público no Brasil passaram a se beneficiar. E quando usamos a palavra “fraude” nos referimos principalmente ao uso indevido dos recursos, medicamentos e ainda funcionários que burlam o sistema responsável por registrar o horário trabalhado.

Por fim, e tão importante quanto, está outra particularidade extremamente interessante: a possibilidade de identificar o usuário independente das condições em que os dedos se encontrem. Considerando todos os processos que podem danificar as digitais dos pacientes, essa é uma evolução que deve ser comemorada, ao lado de outra: poder identificar o médico ou enfermeiro por meio da biometria mesmo que a pessoa em questão esteja fazendo uso de luvas.

A biometria na área da saúde, portanto, é mais do que uma ferramenta para agilizar processos, se tornando uma verdadeira aliada para hospitais e clínicas que realmente trabalham com seriedade e visam o melhor para seus pacientes. Quer saber mais a respeito? Entre em contato para conhecer nossas soluções.

2000+ people have put their trust in CCTV, How about you?